X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Roteiro Turístico Beijing

O que há além da Muralha

Roteiro Turístico Beijing

O que há além da Muralha
Roteiro Turístico Beijing
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Acredito que a primeira imagem mental, ao falar de turismo na China, seja a Muralha. E, acho que pela distância, mais surreal ainda é se imaginar nela. 

Beijing foi um dos meus últimos destinos na China. Era fevereiro, estava muito frio, e a sensação térmica era congelante. Diferente dos locais visitados previamente, há um ar histórico mais característico lá. Os prédios são antigos, tudo é muito amplo. Também, pudera né.. a cidade tem mais de 20 milhões de habitantes. 

Sim, colocar os pés na Muralha é uma das coisas mais incríveis a se fazer em vida. Mas você deve estar se perguntando o que mais fazer por lá. Então segue um roteiro detalhado com histórias do que eu e a Andressa Milchareck aprontamos nessa imensa cidade. 

 

☞ Beijing - dia 1 - Saindo de Shanghai rumo a Beijing 

Já estávamos bem sabendo como chegar e se localizar na estação de trem de Shanghai, mas mesmo assim nos organizamos para ir cedo.

Como boas entendedoras, já havíamos aprendido que não se deve embarcar em um trem chinês sem comida (é hábito). Então a intenção era dar tempo de comprar os lanches porque a térmica com chá já estava preparada.

Roteiro Turístico Beijing

Compramos o lanche e, ao chegar no acesso, a fila estava quilométrica. Foi então que cometemos nosso primeiro delito ao estilo local e... furamos a fila (sim pasmem). Foi difícil pra nós, mas natural pra eles haha

O trem para Beijing era mais silencioso e a viagem foi mais rápida. Chegando lá deu pra perceber que a temperatura era mais baixa. Pegamos o metrô, achamos o hostel com facilidade e nos instalamos.

Ficamos hospedadas no Leo Hostel, bairro Qianmen. Ali pertinho tinha uma rua de pedestres onde já de cara fomos explorar. E não sei se era a fome que estava grande, mas a comida de Beijing nos pareceu mais atrativa do que a de Shanghai. Na primeira volta já retornamos ao hostel com uma provinha da comida de rua.

Roteiro Turístico Beijing

Exploramos um pouco a região e fomos jantar num típico restaurante chinês que nos pareceu tentador (sim eu disse tentador). E comemos pelo menos 2 pratos cada uma haha. Tá tá, não que fosse uma deliiiicia, mas tínhamos ficado o dia inteiro sem comer, só com o lanchinho do trem.

Voltando pro Hostel, verificamos que tinha vaga na van para o passeio, oferecido por eles, para um trecho menos turístico da Muralha. Então partimos para cama, pois o dia seguinte seria intenso e a van partia cediinho.

 ☞ Beijing - dia 2 - A Muralha

São poucas as emoções da vida que me abalam a ponto de eu ficar sem palavras. Porque gosto de dar nomes as coisas e gosto de falar haha

Agora, cara, eu estive na Muralha da China. Como eu vou explicar essa emoção?!

Vou é contar como foi isso.. saímos do hostel cedinho. A van que nos levava tinha mais umas 7 pessoas. Viajamos cerca de 1h e 30 até o acesso aquele trecho da Muralha. No caminho já se notava aquela construção gigaante contornando os morros.

Chegando lá o “tio da van” nos largou no portal e disse “retorno em 3 horas para o almoço”. Tchau e benção. Estava uma temperatura em torno dos 0 graus, e saia fumacinha de todos os orifícios da minha face.

Ao fundo, uma caixa de som repetia uma gravação em chinês. A única coisa que entendíamos era “Badaling” apesar de não estarmos no trecho turístico conhecido por esse nome.

Começamos a subida, que particularmente me pegou desprevenida, e o fato de estar com uma bota de salto virou atração (ah gente, era um coturno).

No caminho, pausa para respirar, para admirar, para apreciar, para tirar foto, para posar pra foto, para filmar, para acreditar .

O nariz escorria, o celular (que havia congelado) não ligava mais, os dedos não se sentia, e ao mesmo tempo que o corpo aquecia não dava coragem de tirar um casaco. A única certeza era de que não havia outra coisa que queria estar fazendo naquele momento da vida que não fosse estar ali.

Roteiro Turístico Beijing

Quando o horário para retornar estava chegando, subimos o último trecho avistado (pois a cada curva que a Muralha faz você vislumbra mais um pedaço de sua infinitude). Quando me dei conta que precisaria de cordas pra não descer rolando me agachei e chamei a Andressa Michareck, que olhou pra traz, viu a altura, e com medo se agachou também

Ali empacadas, tivemos um ataque de riso. E lá ficamos o tempo que nos restava, apenas nos divertindo

Roteiro Turístico Beijing

☞ Beijing - dia 2 - Hutongs

Após o retorno da Muralha, apesar do cansaço imenso, tomamos um cafezinho no hostel para aquecer, juntamos forças, e seguimos de volta pra rua.

Fomos até uma das regiões famosa pelos Hutongs. Os Hutongs são bairros semi fechados e ainda preservados de uma antiga arquitetura siheyuan, que são casas construídas em torno de um pátio central. Ruelas labirínticas e bem estreitas separam uma casa da outra. Há anos o governo tem demolido e urbanizado essas áreas, aquelas que ainda se mantém nos dias de hoje são bastante turísticas.

Essa região que visitamos, é um grande bairro e, anexado a entrada dos Hutongs, há uma rua de pedestres. Com lojas, restaurantes, bares e cafés.

Como uma boa formiga, eu já estava consternada desde a noite anterior com a limitação no setor chocolate dos mercados chineses (pouquíssima variedade e preços exorbitantes).

P.S: Não sei vocês, mas o frio faz meu organismo necessitar de chocolate.. imagina quanto está por volta de 0 graus então. 

Sendo assim, uma das realizações da noite foi achar um local que vendia churros com chocolate derretido.. Pense numa pessoa feliz!!

Roteiro Turístico Beijing
E não era só o churros, essa rua de pedestres contemplava também outras redes de restaurantes numa linha ocidentalizada. Então fica a dica..

▶️ Hutong: Nanluoguxiang também chamado de South Luogu Lane

☞ Beijing - dia 3 - Cidade Proibida 

Nos demos ao luxo de dormir um pouquinho mais, pois o dia estava gelaaado!! O céu em Beijing, mesmo quando tem sol, não costuma ficar naquele azul que a gente conhece, por causa da poluição. Então ele fica num aspecto foggy. Mas nesse dia, o sol não apareceu mesmo, nem atrás da nuvem, nem atrás da poluição.

No início até que nem sentimos tanto frio, o calor humano da fila para acessar o complexo, onde fica a Cidade Proibida, teve uma outra utilidade além de irritar. Aqueceu bem haha

A Cidade Proibida foi construída como uma fortaleza para proteger o imperador e sua família. Inclui muitos edifícios, palácios, templos, parques, lagos... tem zilhões de quartos naquele lugar minha gente. Pense, você lê uma placa e é quarto disso, outra placa, quarto daquilo. Tem quarto para tudo que você imaginar.

Ah, sim, foi declarada Patrimônio Cultural pela UNESCO em 1987 (tempo né?!).

Mas enfim, o lugar é imenso pra caramba. Tem muito detalhe e muita cultura para ver ali. É tão grande que nem os Chineses conseguem encher aquele lugar, então é relativamente tranquilo de passear por lá e obviamente impossível de ver tudo.

O lugar é todo aberto. A arquitetura desses lugares não costumam contemplar muitos espaços fechados, e aqueles que são, geralmente não tem acesso.

Roteiro Turístico Beijing 


Já deu pra perceber que não rolou de se refugiar do frio né?! Estávamos as legítimas bonequinhas de neve, mas nada que um cafezinho aqui e um dumpling acolá não permitissem seguir passeio.

▶️ a entrada da Cidade Proibida é paga e eles exigem passaporte (ou cópia dele) no acesso. Dica, tenha sempre uma fotinho do passaporte no celular, perder o passaporte é um risco muito grande e um problema mais difícil de solucionar.

☞ Beijing - dia 3 - Parque Jingshan

O Parque Jingshan fica em frente à um dos acessos à Cidade Proibida. Tipicamente chinês, lá de longe você enxerga as casinhas de arquitetura característica morro acima.

Depois de subir alguns vários degraus (atividade bem boa para se aquecer diga-se de passagem) você se depara com a vista de toda a Cidade Proibida.

Por alguns segundos até esqueci do frio de cortar. Puxei os equipamentos e me envolvi em fazer vídeos e tirar fotos. Infelizmente o sol não quis aparecer esse dia, e o céu extremamente foggy impedia de termos uma visão mais clara da cidade.

O parque em si é belíssimo e durante o verão deve ser um lugar muito agradável para sentar e ficar vendo as horas passarem logo após apreciar a vista, é claro.

 Roteiro Turístico Beijing

☞ Beijing - dia 3 - Din Tai Fung (Dumpling)

Imagina andar por um shopping, entrar num restaurante despretensioso para comer algum aperitivo (já que mais tarde pretendíamos provar o pato de Pequim)... e avistar no cardápio um dumpling de chocolate.

Roteiro Turístico Beijing

Sim, isso existe e não é miragem. Quer saber mais?! O chocolate não é um chocolate qualquer, é muuuito saboroso.

Ta aí. Depois de procurar incessantemente por chocolate na fria Beijing, e ter muita dificuldade para encontrar, essa foi uma grata surpresa. E sem dificuldade alguma, elegi o meu prato favorito.

Taaa, eu sei que não é muito típico. Também sei que esse prato em específico é levemente ocidentalizado. Mas tá valendo..haha

Então fica a minha dica de um bom doce chinês, para quem é formiga como eu. 

Ahh, mas tem dumpling de frango, porco, vegetais e outros recheios tradicionais. E também são uma delícia!!

▶️ o Din Tai Fung, em Beijing, fica em um shopping na Wangfujing (rua famosa e cheia de lojas).

Roteiro Turístico Beijing

▶️ a boa notícia para os viajante de plantão é que você pode encontrar esse restaurante em Taiwan (de onde ele é original), Austrália, Hong Kong, Indonésia, Japão, Macau, Malásia, Filipinas, Tailândia, Coreia do Sul e, aqui pertinho, nos Estados Unidos.

☞ Beijing - dia 3 - Wangfujing (Mercado de insetos) 

Uhmm.. e quem nunca ouviu falar sobre os insetinhos da China ãhn?! Finalmente achamos um mercado desses, e posso dizer que poucas vezes vi coisas tão nojentas para comer na minha vida hahaha

Primeiro deixa eu falar sobre o mito da carne de cachorro. O povo lá da China já passou muita fome, mas não é a situação atual. Só que claro, isso fica marcado na cultura. Porém a carne de cachorro já foi proibida a bastante tempo, e não é algo que eles vendam turisticamente, como é o caso dos insetos.

Agora pé de galinha sim, é uma iguaria e tanto, comem pra valer. Outra coisa que para nós é estranho, mas eles têm no Super para vender, vivinho da silva...rãs e tartaruguinhas (o dó gente, da vontade comprar as pobrezinhas e levar pra casa pra cuidar). Poisé, eles colocam na sopa, pra dar um gostinho. 

Voltando aos insetos.. vi mais turistas provando do que Chinês comendo. O Mercado de rua varia os tipos de comida, vai dos nojentos aos degustáveis.

 Roteiro Turístico Beijing


Os insetos chamam tanto atenção que as pessoas só querem filmar e poucas compram realmente. Então a regra é mais ou menos: compre e decida você se quer fotografar ou comer. 

☞ Beijing - dia 3 - O famoso Pato 

Ainda sobre comida, sim, porque somos dessas. E porque saímos do Mercado de Insetos com fome.. não preciso explicar muito né.. (anojadas, mas com fome)

P.S: principalmente a Andressa Milchareck que no caminho de volta nem olhou para as bancas, num misto de nojo e medo, porque ela viu aranhas no espetinho

Mas eu não julgo, porque se fosse barata eu arranjava um outro caminho para não passar de volta.

Mas voltando ao pato. Para quem não sabe, o mais famoso da culinária de Beijing é o “pato de Beijing”. Achou o nome de pouca criatividade? Traduz para mandarim que tá tudo certo haha

Voltamos para o mesmo restaurante da primeira noite, aquele tipicamente chinês com bastante chinês dentro. Já tínhamos averiguado como era servido o prato de pato (êê trava língua) por lá. A essa altura já tínhamos até entendido a forma típica de comer..

O pato é servido já fatiado, e acompanhado por uma porção de panquecas, tirinhas de alho poró, pepino e um molho escuro adocicado (lembra o shoyo doce).

Roteiro Turístico Beijing

Apesar de achar que dominávamos a técnica, o pessoal lá ficou nos observando e rindo.. principalmente após pedirmos uma colher para colocar o molho na mistura dentro da panqueca (ainda não descobri uma forma de fazer isso com os pauzinhos) hahaha

Enfim, o negócio é bom demais, então na hora de comer até no improviso vai... precisa tascar a mão? Taaascalhe a mão hahaha. Até porque nos restaurantes típicos, o Hashi é lavável, então.. deixo ao seu critério as questões higiênicas (e se tratando da China, esse assunto também é controverso). 

☞ Beijing - dia 4 - Palácio de Verão

O Palácio de Verão era tipo a casa de praia da família do Imperador lá em Beijing. Fica numa área mais afastada da cidade, mas da para ir de metrô.

Roteiro Turístico Beijing

Como vocês podem ver, de verão não tinha nada além do nome naquele momento hehe. Muito pelo contrário, choveu floquinhos de gelo nesse dia, e o riachinho da foto estava completamente congelado.

O lugar é imeenso, rende horas de caminhada e é muito bonito. Sabe aqueles lugares de conto de fada? Com diversas casinhas, trilhos cobertos, lago, ilha com pontezinha?! Poisé, tem tudo isso lá.

O bônus de ir no palácio de verão no inverno é que não tem muita gente. Mas mesmo assim fizemos pelo menos 2 paradas para solicitação de foto.. ai ai, nada como ser global hahaha

Roteiro Turístico Beijing

☞ Beijing - dia 5 - Art District

O distrito da arte em Beijing é um daqueles espaços incríveis que surgem do nada em meio à cidade. E é simplesmente assim, você está caminhando pela rua e começa a ver obras de arte.

 Roteiro Turístico Beijing


O quarteirão é mapeado para que você possa se achar. Muitas galerias de arte estão distribuídas por lá. Mas o mais interessante é que as lojas, cafés e restaurantes entram no estilo de exposição, e tudo se torna mais interessante do que realmente parece ser.

Roteiro Turístico Beijing

Fábrica e trilho de trem abandonados compõem o cenário que se complementa às estátuas, pinturas e grafites. E quando você percebe está parada diante de um gibi gigante, pensando no que tem ali além dos quadradinhos.

Ta aí um lugar que vale a pena conhecer e passar algumas horas caminhando, refletindo e apreciando.

Roteiro Turístico Beijing

☞ Beijing - dia 5 - Lost Plate Food 

Para nosso último dia de Beijing reservamos aquela cerejinha do bolo e saímos com a galera da Lost Plate Food para fazer um tour gastronômico pela cidade.

O ponto escolhido para as degustações foi o bairro dos Hutongs. Como este local preserva bem a cultura chinesa, sem dúvida também é onde se encontra a culinária de raiz.

Encontramos com nosso guia em uma estação de metrô. Um chinês simpático, viajado, com um ótimo inglês. Eu, a Andressa Milchareck e um casal de americanos formamos o grupo da noite.

Roteiro Turístico Beijing

Os restaurantes eram bem característicos, com frequentadores de bairro mesmo (nada turístico), espaços pequenos, mesas lotadas, mas tudo organizado para nossa chegada. “Restaurantes Natalia?! Era mais de um?!” Siiim, passamos por 5 restaurantes e 1 cervejaria. 

O cardápio foi o seguinte:

#1 Beijing noodles with special sauce 

Roteiro Turístico Beijing

#2 Door nail meat buns

Roteiro Turístico Beijing

#3 Mongolian barbecue 

Roteiro Turístico Beijing

#4 Spring pancakes 

Roteiro Turístico Beijing

#5 Old beijing rice wine yogurt “a sobremesa” .

Roteiro Turístico Beijing

Passamos o dia todo comendo? Não. Isso tudo foi em três/quatro horas (confesso que precisei de um chazinho depois)

Fomos de um restaurante ao outro de tuk tuk, com o motorista mais simpático da viiida. O guia passava a viagem carregando latinhas de bebidas para nos servirmos à vontade. P.S: segurar a latinha aberta no tuk tuk pode não ser uma boa ideia.

Roteiro Turístico Beijing

Todos os pratos muito bons (sério mesmo) haha. Tah, a sobremeesa é bem estranha, mas foi atencioso eles incluírem no cardápio uma opção doce, já que na China não se tem esse costume. 

Uma adorável experiência para fechar com chave de ouro nossas aventuras por Beijing.

▶️ a Lost Plate Food Tours faz tour em Beijing, Xi’an, Chengdu e Shanghai, você reserva pelo site ou fala com eles pelo Instagram

▶️ o valor inclui os pratos, as bebidas, o tuk tuk, o bate papo, a cerveja artesanal... mas a diversão é por sua conta ;) 

Roteiro Turístico Beijing

Depois dessa orgia gastronômica (e um chazinho para digestão), dormimos alguma horas e partimos para o aeroporto. E essas horas de aeroporto rendem uma outra boa história, se chegou até aqui e ficou curioso, pode pergunatr que eu conto haha. Próximo destino antes de ir embora > Xiamen. 

Deixe sua dúvida ou comentário que ficarei feliz em responder. 

Zai Jian 

 

Deixe seu comentário aqui:

Orgulhosamente desenvolvido por @renanabraham - WC®3.1.4

Design: My Wishes Gallery.com

2019 - Prô Mundo - Todos os direitos reservados