Saúde Mental e Imigração

Competência intercultural e ferramentas

por Prô Mundo Psicologia | abr 02, 2024

Olá, Viajante!

Você também ficou elucubrando ideias sobre a inteligência intercultural, que te apresentamos no post passado? Neste post vamos um pouco mais fundo e desvendaremos “a competência cultural e suas ferramentas”.

Resumindo em 1 tuíte:

  • Pessoas com inteligência intercultural são capazes de interpretar situações ou comportamentos típicos de outra cultura, mesmo que não lhe são familiares. O imigrante que elabora o seu processo de “luto migratório” tende a desenvolver mais a sua inteligência intercultural e tem mais facilidade de adaptação. Se quiser ler o texto completo e as outras referências sobre o luto do imigrante, clique aqui.

Agora vamos dar um passo para trás: basta ser viajante e mudar de país para ter inteligência cultural?

competência intercultural

Ou melhor, vamos fazer o moonwalk completo…



Nos nossos posts, feitos por para viajantes, costumamos usar o termo “intercultural” para falar de culturas de diferentes países. Mas a cultura de um país não é homogênea – existem vários subgrupos (ou recortes) na cultura nacional, como:

  • Cultura por região do país
  • Cultura por classe social
  • Cultura por geração
  • Cultura por gênero
  • Cultura por religião
  • Cultura por etnia
  • E por aí vai…

Por isso, a inteligência intercultural não é limitada à habilidade para lidar bem com gringosEla inclui a competência para interagir com pessoas de gerações, gêneros e classes sociais, etc, diferentes da sua.

  • Aliás, essa inteligência – como todas as outras – deve ser pensada como algo em contínuo desenvolvimento, porque pessoas, sociedades e culturas estão sempre em movimento. Há sempre algo para aprender!

Após feito esse importantíssimo adendo, vamos seguir…

…tenho até amigos que são!


Ter um passaporte cheio de carimbos, amigos estrangeiros no Instagram ou uma carreira internacional não garantem a ninguém o selo de “inteligência intercultural”.

  • Sabe aquele discurso, “sou muito inteligente, tenho até amigos que são de outras culturas…”? Só que o sujeito que diz isso só gosta e só respeita os próprios amigos – as demais pessoas daquele outro grupo cultural merecem quase nenhum apreço. 🤦

Então, o que queremos dizer é que ter inteligência cultural é mais do que gostar de uma pessoa específica, mas saber interagir com várias culturas como um todo!

Inteligência intercultural é se portar com respeito, curiosidade, escuta ativa, empatia e interesse em qualquer interação intercultural.

Uma habilidade emergente!

Infelizmente, a inteligência intercultural parece ser uma característica cada vez mais precária, e por isso mesmo, cada vez mais necessária. Reconhecer a existência e o valor do outro, ainda que não se alinhem com os seus, é urgente diante da onda de discursos discriminatórios, que incentivam a rivalização de culturas para tentar se sobrepor e sufocar o que é diferente.

Dessa forma, nós, comunidade de viajantes, temos várias circunstâncias a nosso favor para desenvolvermos inteligência cultural e buscarmos quebrar preconceitos em nós mesmos e ao nosso redor.

competência intercultural

Por fim… Conta pra gente! Quais são as suas reflexões sobre isso? Comenta com a gente no Instagram.

Quer conversar mais sobre isso? Todas as nossas psicólogas têm vivência no exterior e expertise no assunto para ajudar o brasileiro que mora fora – é só encontrar a sua no site da Prô Mundo ou fale diretamente no WhatsApp da Prô Mundo.

Abraços virtuais!

Comente aqui

Você também vai gostar